Buscar

Você sabe o que é o Efeito de Interferência do Treinamento Aeróbio?

Atualizado: 6 de Fev de 2019

Quando se utiliza exercícios de força e exercícios aeróbios na rotina de treinamento, chamamos esta estratégia de treino combinado ou concorrente. O objetivo principal é desenvolver tanto a capacidade neuromuscular (força, potência, velocidade) quanto a capacidade cardiorrespiratória (consumo máximo de oxigênio, limiares e metabolismo). Porém, nos últimos anos, diversos estudos apontam uma possível “Interferência” do treinamento aeróbio sobre o treinamento de força. Isto é, parece que quando utilizamos esta lógica de prescrição, os benefícios do treinamento de força são prejudicados e reduzidos. A hipertrofia não acontece em plenitude, bem como os ganhos de força e de potência muscular. As explicações ainda estão sendo formuladas pela literatura do treinamento, mas já se sabe, por exemplo, que quando iniciamos a sessão de treino com o aeróbio, este efeito de interferência é aumentado ainda mais. O aeróbio após a força é o mais recomendado.


Sugere-se que a fadiga residual aumentada e/ou a depreciação de substratos pelo treinamento aeróbio bem como a redução da resposta anabólica ao treinamento de força limita a hipertrofia muscular (Fyfe et al., 2014). Mas, será que o tipo de exercício aeróbio altera essa relação? Um estudo interessante comparou o “efeito de interferência” utilizando bicicleta ou corrida. Dez homens fisicamente ativos realizaram ambos os protocolos (bicicleta + força e corrida + força). Muito interessantemente, ambos os protocolos de treino reduziram a força dos participantes comparados a não execução de aeróbio. Além disso, esta “interferência” na força foi maior no treinamento utilizando bicicleta (Panissa et al., 2015).


Portanto, quando temos o objetivo de incrementar a força, a potência e a massa muscular, a utilização do aeróbio pode atrasar estes ganhos. O aeróbio no final da sessão é o mais recomendado para manutenção da força. A bicicleta parece produzir maior interferência do que a corrida.



Referências:

Panissa VL, Tricoli VA, Julio UF, Ribeiro N, de Azevedo Neto RM, Carmo EC, Franchini E. Acute effect of high-intensity aerobic exercise performed on treadmill and cycle ergometer on strength performance. J Strength Cond Res. 2015 Apr;29(4):1077-82.

Fyfe JJ, Bishop DJ, Stepto NK. Interference between concurrent resistance and endurance exercise: molecular bases and the role of individual training variables. Sports Med. 2014 Jun;44(6):743-62.


0 visualização
  • Facebook Team Villeroy
  • Instagram Team Villeroy
  • Linkedin Team Villeroy
  • YouTube Team Villeroy
  • Twitter Team Villeroy

2018 - Team Villeroy

  • Facebook Team Villeroy
  • Instagram Team Villeroy