top of page

A importância do exercício físico para a saúde

A importância do exercício físico para a saúde é algo unânime para todas as pessoas, mas apesar de saberem disso, nem todos conseguem manter uma rotina de atividades diariamente e isso se deve a inúmeros fatores.



Entre eles, está a falta de orientação profissional, além de dificuldades em encontrar um exercício que de fato dê prazer a longo prazo e, principalmente, por onde começar.

Se você quer mudar a sua rotina e começar a ter hábitos mais saudáveis, mas não sabe nada sobre esse assunto, não se desespere. Confira esse artigo especial que preparamos e aprenda tudo sobre os exercícios físicos e suas principais vantagens!


Benefícios das atividades físicas

A atividade física é uma das principais aliadas para quem quer se manter saudável, não apenas no que diz respeito à saúde do corpo, mas principalmente para a saúde da mente. Entre os motivos que contribuem para a grande importância do exercício físico para a saúde, está a melhora da capacidade cognitiva, além da redução dos níveis de ansiedade e estresse, doença que de acordo com uma pesquisa publicada na The Lancet, aumentou 28% com a pandemia e que, mesmo antes de 2020 já estava entre as principais causas de demanda global nos serviços de saúde. 


Além disso, a prática diária de atividade física é capaz de fornecer mais energia para o corpo e aumentar a autoestima. Isso é possível porque os movimentos motores realizados durante as atividades físicas liberam endorfina no cérebro, hormônio que é conhecido por causar felicidade e que traz inúmeros outros benefícios, como por exemplo:


  • Melhoram a memória e a concentração;

  • Elevam o humor;

  • Aumentam a disposição física e mental;

  • Fortalece o sistema imunológico;

  • Alivia dores e tensões musculares;

  • Melhora a qualidade do sono;

  • Auxiliam na liberação de serotonina, neurotransmissor responsável pelo bom humor e pela regulação do sono.


Além de exercerem impactos positivos no tratamento de diversos transtornos mentais, como ansiedade, depressão, síndrome do pânico, déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), o exercício físico, assim como é popularmente difundido, também traz inúmeros benefícios para a saúde do corpo, como por exemplo: 


Combate o excesso de peso

Ter um corpo saudável vai muito além de ter um corpo magro ou gordo, mas sabemos que manter-se em forma é um dos maiores motivos que fazem com que as pessoas comecem a praticar alguma atividade física.


E é comprovado que os exercícios regulares contribuem para a perda de gordura corporal, além de ajudar na redução do peso e, principalmente, prevenir doenças como a obesidade e diabetes.


Isso acontece porque ao se exercitar, é possível queimar calorias, sendo que quanto mais intenso for o ritmo do exercício, maior será essa queima e isso contribuirá para o gasto calórico. Fator fundamental para a perda de peso.


Dentre as opções de exercícios disponíveis, a corrida se torna uma ótima opção para quem deseja perder alguns quilos extras ou até mesmo melhorar a atividade cardiovascular. No entanto, é importante ter cuidado e, principalmente, orientação profissional, já que a corrida pode ter um forte impacto para o corpo, não sendo a atividade mais recomendada para pessoas que sofrem com problemas na articulação ou nos tendões. 


Nesse caso, o ideal é optar por uma atividade mais leve, como por exemplo, caminhadas em ritmo moderado.


Reduz a pressão arterial

De acordo com estudos, a prática de atividades físicas regulares pode diminuir em aproximadamente 30% a incidência de hipertensão arterial em indivíduos. Nesse sentido, as atividades que podem auxiliar são corridas e caminhadas, andar de bicicleta, natação, subir e descer escadas. Sendo que os exercícios aeróbios são os mais recomendados pelos médicos.


Essa prática regular é capaz de promover uma maior resistência no coração, além de reduzir a pressão arterial e os riscos de desenvolvimento de doenças cardíacas. 


Ajuda a controlar a glicemia

A prática de atividades físicas regulares também pode ajudar no controle da glicemia, já que o trabalho muscular pode consumir glicose mesmo que pouca insulina esteja presente. Durante o exercício, os músculos podem aumentar de 7 a 20 vezes a captação de glicose durante os 30 a 40 minutos iniciais, dependendo da intensidade, sendo uma das principais medidas na prevenção do diabetes e para o controle glicêmico das que já são diabéticas. 


Fortalece ossos e articulações

Quando feitos de forma correta, os exercícios físicos podem ajudar a aumentar a força muscular, fortalecendo assim os ossos e as articulações. Entre os exercícios que podem contribuir para esse objetivo, estão a caminhada moderada que é uma ótima opção para ajudar na prevenção e/ou tratamento da osteoporose, pois ajuda a aumentar a densidade óssea, além de causar um baixo impacto, o que diminui o risco de fraturas, principalmente em idosos. 


Outra opção é a dança que, por trabalhar diretamente com os ossos das pernas, quadril e coluna, retarda a perda de minerais nos ossos, além de melhorar a circulação sanguínea e a capacidade cardiorrespiratória.


Assim como nas opções acima, a hidroginástica também pode ser uma grande aliada, pois estimula a produção de massa óssea, melhora o condicionamento físico e alivia o estresse e a ansiedade. Além de contribuir para o  fortalecimento dos músculos. 


Por fim, subir e descer escadas também pode ser uma forma prática de fortalecer os ossos e articulações. Nesse caso, no entanto, a atividade não é recomendada para pessoas que sofrem de inflamação nas articulações ou mesmo de osteoporoses, já que pode ter o efeito contrário.


Aumenta a força e a resistência muscular

Outro benefício do exercício físico contínuo e duradouro é o fortalecimento e tonificação dos músculos. Com a prática desse tipo de atividade por alguns meses, já é possível perceber uma mudança aparente na musculatura. Além disso, contribui para a prevenção de lesões, no entanto, é indicado que eles sejam realizados sempre com o acompanhamento e supervisão de um profissional da área. 


Diminui o estresse

Como já falamos acima, a saúde mental está entre os principais pontos de importância do exercício físico. A prática regular (de três a quatro vezes por semana) é capaz de proporcionar a diminuição do estresse e outros benefícios psicofisiológicos por conta da liberação de hormônios que são produzidos pelas glândulas, que é o caso da adrenalina (glândula adrenal), que age em situações de estresse físico, emocional ou ambos. 


Além disso, também é produzido o cortisol, que atua como um anti-inflamatório natural, o GH, hormônio do crescimento que é produzido naturalmente pela glândula hipófise, que fica localizada no cérebro e que entre os seus efeitos está a sensação de leveza e bem-estar. Por fim, o exercício também auxilia na liberação de endorfina, capaz de produzir a sensação de prazer responsável pela melhora da qualidade do sono. 

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page